O rosto queima, fica vermelho, a voz treme a fala sai rápido demais, pensando em acabar logo com aquela apresentação. Você também tem medo de falar em público? Isso é uma coisa super normal. A glossofobia, termo utilizado para o receio de falar em público atinge 3 a cada 4 pessoas no mundo. Por isso, preparamos este post cheio de dicas para que você saiba como falar em público. 

Fobia social

Você sabe o que é ‘fobia social”, também conhecida como sociofobia? Não saber como falar bem em público pode gerá-la, um transtorno de ansiedade que pode ser caracterizado por tensão nervosa e desconforto diante das situações de exposição e avaliação social. O julgamento alheio é uma das maiores preocupações de quem sofre com isso. 

O lado “positivo”, se é que podemos chamar assim é que, geralmente, essas pessoas possuem um alto senso de responsabilidade, bom desempenho profissional e sentem grande atração pelos desafios da vida. Em contrapartida, chega determinado momento em que esse modo de agir pode atrapalhar a maneira de viver de quem sofre.

Sintomas do medo de falar em público

Físicos 

  • Boca seca;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Transpiração e respiração assimétrica;
  • Rigidez no pescoço;
  • Vermelhidão do rosto;
  • Voz fraca, pausada ou agitada;
  • Calafrios pelo corpo. 

Emocionais

  • Medo de parecer bobo;
  • Medo de se perder no raciocínio;
  • Medo de julgamentos;
  • Ansiedade. 

O que causa o medo de falar em público

Saber como falar bem em público é um dom que nem todos possuem, mas podem aprender. Segundo o psicólogo especialista em terapia comportamental Nicodemos Borges, essa fobia pode estar interligada a uma ou mais experiências do passado da pessoa. Traumas vividos na infância também é um fator que pode influenciar 

Dicas de como perder o medo de falar em público 

  1. Conheça a si mesmo

Um ponto fundamental para fazer a apresentação sair como planejado é falar sobre coisas em que você acredita. É importante mostrar ao público que você está alí naquele espaço para compartilhar e ensinar, com todos os seus poréns, para pessoas que estejam abertas a absorver o conteúdo da melhor maneira. 

  1. Conheça o seu público 

Mesmo que nem sempre seja possível, conhecer o público pode facilitar na hora de fazer a construção do seu discurso. Isso acontece pois é mais conveniente adaptar sua palestra ou discurso para um público específico do que para agradar e atingir todos. Tente conhecer a média de faixa etária, gênero ou coisas que para você agreguem. 

  1. Ensaie/domine o conteúdo

Ensaiar o seu conteúdo é essencial para aumentar as suas chances de se sair bem durante a apresentação. Caso o tempo seja escasso, uma dica é focar ao menos na introdução, pois ela é o ponto-chave na hora de controlar os nervos. Após os primeiros 30 ou 60 segundos de apresentação, é normal ficar mais ansioso. Então, focar na primeira parte pode ajudar a minar o receio de errar. 

  1. Respire fundo

A respiração é uma das melhores técnicas na hora que a voz começar a sumir. As falhas na voz são erros de entonação, mas podem ser evitadas com uma simples respiração profunda. 

  1. Sorria

Sorrir faz com que o seu espectador se sinta mais acolhido. O cérebro é capaz de identificar dezesseis tipos de sorriso (mesmo ouvindo apenas a voz, sem ver a expressão). Portanto, não só em público, mas quando for falar por telefone, em uma introdução de entrevista, por exemplo, procure sorrir para mostrar que está aberto à conversa. 

  1. Errar é normal

Se você gaguejou, esqueceu alguma frase ou errou algum som, fique tranquilo, respire fundo e prossiga com a sua apresentação. O segredo é ter controle emocional e não deixar isso te abalar, por mais difícil que isso possa parecer. Muitas coisas inesperadas podem acontecer e é preciso estar preparado para isso. Leve tudo com naturalidade e como forma de aprendizado. 

  1. Linguagem corporal 

Muitos estudos comprovam que o nosso corpo fala. Por isso, é importante ter o equilíbrio na hora de se apresentar (não deve ser nem estátua e nem uma ginasta, indo de um lado para o outro), é preciso encontrar um meio-termo. Chame a atenção com movimentos leves entre uma informação ou outra. Evite ficar de braços cruzados, mãos dentro dos bolsos e mexer demais no cabelo, isso acaba demonstrando nervosismo e insegurança.

  1. Exemplifique

Principalmente quando for falar sobre assuntos mais complicados de entender, exemplifique com coisas básicas, cotidianas, situações que as pessoas que estão assistindo o seu discurso possam se identificar. Nestes momentos, é a hora de interagir com a plateia.

  1. Crie uma apresentação

O Power Point pode ser de grande valia para te direcionar durante a apresentação. Boa parte do medo de quem não sabe como falar bem em público, vem do receio de esquecer algo. Por isso, vale fazer uma apresentação com palavras-chave (nada de frases muito grandes para não te prender no PPT e nem tirar a atenção da plateia). 

  1. Olhe para o fundo da sala

Se a vergonha continuar persistindo, uma dica (que não é recomendada para levar para o resto da vida), é olhar para o fundo da sala. Entretanto, não se acostume com isso. Conforme for sentindo mais segurança, prefira circular o seu olhar pelo público, pois isso vai causar empatia. 

Agora que você já conheceu algumas dicas para ficar menos tenso ao falar em público, respira fundo, lembra da mensagem que precisa transmitir e “manda bala”. Se achar viável e que o seu caso precisa de um acompanhamento maior, vale contatar um profissional especializado na área para destravar qualquer medo de falar em público. Aproveite para nos contar aqui nos comentários qual a maior dificuldade que você tem nesses momentos.

Deixe seu comentário